Jogos de pôquer

SEÇÕES

Franzé Silva faz balanço do primeiro semestre da Alepi e traça novas metas

O deputado estadual Franzé Silva (PT) informou que o concurso geral está previsto para ocorrer até o final deste ano

Presidente da Alepi faz balanço do primeiro semestre e traça novas metas | Ananda Soares
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

AAssembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi) finaliza nesta quarta-feira (12) os trabalhos do primeiro semestre de 2023 com a meta de agilizar a realização do concurso geral com 400 vagas, melhorar a transparência da institução e implementar a polícia legislativa nos meses seguintes.

Em entrevista para o programa Bom Dia Jogos de pôquer, apresentado por Ieldyson Vasconcelos, o presidente da Alepi, deputado estadual Franzé Silva (PT), informou que o concurso geral está previsto para ocorrer até o final deste ano, com a expectativa de oferecer 400 vagas. A iniciativa, segundo ele, faz parte de um conjunto de ações voltadas para a estruturação e modernização administrativa da casa, que também inclui a criação do Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI).

Franzé Silva, presidente da Alepi (Foto: Ananda Soares)

Segundo Franzé, ao assumir a Alepi, foi necessário priorizar medidas para garantir a estabilidade financeira nos primeiros meses à frente da Casa Legislativa. "Fizemos ajustes fiscais, controlamos despesas e receitas, e implementamos um controle gerencial eficiente. Essas ações possibilitaram a regularização do pagamento dos funcionários, que antes ocorria entre os dias 10 e 15, para dentro do mês vigente", contou.

Quanto ao concurso para a Polícia Legislativa do Piauí, com previsão de 100 vagas, ele deve ocorrer no início de 2024. Essa nova instituição vai envolver a criação de cargos e substituição de funções que atualmente são desempenhadas por policiais militares. 

"É inadmissível que nós tivéssemos segurança dentro da assembleia em um quantitativo maior que a lei permite. Quando assumi como presidente, devolvi cerca de 60 policiais que estavam em excesso. Queremos fazer uma parte importante na assembleia que possa oxigenar a juventude, ajudar na experiência e tornar tudo mais produtivo. Nossa ideia é que o concurso geral proporcione mais oportunidades", afirmou Franzé Silva.

Transparência

O Piauí recebeu uma avaliação desfavorável em relação ao índice de transparência dos poderes Legislativo e Executivo estaduais, de acordo com um levantamento realizado pela ONG Transparência Internacional, divulgado este ano. No âmbito do Executivo estadual, o estado ficou na 5ª pior colocação do país, com nota 48,8. No caso do poder Legislativo, o Piauí teve a 3ª pior nota: 19.

"O Piauí está entre os cinco piores estados do país no índice de transparência dos poderes Legislativo e Executivo estaduais. A partir do próximo mês de agosto, vamos reformular nossa ouvidoria. Queremos uma ouvidoria que chegue mais perto das pessoas, que ouça reclamações e sugestões. Nosso objetivo é melhorar nossa posição no ranking", explicou o deputado.

Durante a entrevista, o deputado compartilhou sua trajetória pessoal e falou da contribuição para o equilíbrio financeiro do Piauí nos períodos de 2003 a 2010, durante o governo de Wellington Dias (PT). Ele defende essa atuação como uma forte marca para a disputa da Prefeitura de Teresina (PMT). 

"Eu cheguei em Teresina aos cinco anos de idade não para estudar, mas para escapar da fome. Aprendi nessa cidade a ter superação. Desde muito pequeno, vivi ali condições difíceis e aprendi que a superação passa por riscar da vida a palavra desistir. Teresina é uma cidade com oportunidades, e tive a oportunidade de ser gestor e entregar para Teresina uma série de ações. Hoje, em meio à situação que vivemos, precisamos estar muito responsáveis com a reconstrução de Teresina", destacou o deputado.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
Jogos de pôquer Mapa do site