oddspedia

SEÇÕES

Investe Piauí visita Pecém em busca de parceria para exploração do Porto de Luís Correia

Um Memorando de Entendimento (MoU) com a empresa Tecer foi assinado para estudo e apresentação de proposta de exploração da operação do Porto no Piauí.

Investe Piauí e Porto Piauí visitaram o Porto de Pecém | Divulgação
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

A Investe Piauí – Agência de Atração de Investimentos Estratégicos e a Porto Piauí visitaram o Porto de Pecém, no Ceará, em uma missão que ocorreu na segunda-feira (6). Durante a visita, assinaram Memorando de Entendimento (MoU) com a empresa Tecer (Terminais Portuários Ceará), para estudo e apresentação de proposta de exploração da operação do Porto de Luís Correia. 

A equipe da Investe Piauí foi recebida pelo superintendente Roberto Cruz, que destacou as fases e experiências da implementação de Pecém, desde seu início operacional, em que a Tecer foi a primeira operadora em 2001. O vice-presidente de Logística da Investe Piauí, Patrício, enfatizou que empresa apresentou suas operações portuárias em Pecém, característica da infraestrutura, demandas e expectativas com relação ao Porto de Luís Correia.

"Essa visita é um ótimo benchmarking para os projetos e desafios na implementação do Complexo Portuário de Luís Correia, sendo uma experiência exitosa de TUP [Terminal de Uso Privado], desde sua formulação jurídica até o nível de eficiência portuária”, destaca o vice-presidente.

"Pecém hoje conta com 10 berços, com uma movimentação de 14 milhões de toneladas/ano. Atualmente transporta principalmente produtos com valor agregado mais elevado, como placas, bobinas, painéis solares, frutas etc., algo interessante de ser avaliado também para o nosso porto. Essa parceria com a Tecer pode trazer justamente essa expertise para a nossa operação portuária”, complementa Patrício.

Ainda durante a visita, o vice-presidente de Mineração, Fernando Antonialli, acompanhou o modelo de operação de embarque de manganês, que consiste na formação de pilhas deste minério, localizada a 7 km de onde o navio está atracado, transportado por caminhões e embarcado com auxílio de quatro guindastes MHC simultaneamente. "Dialogamos sobre as preocupações e soluções em torno do sistema de aspersão de emissão de particulados. Essa é uma das formas que estamos estudando para operar o minério no Porto de Luís Correia" pontua Antonialli.

Sobre o Porto de Pecém

O porto cearense é um modelo de Terminal de Uso Privado (TUP) e tem uma parceria com o Porto de Roterdã, na Holanda, e isso o torna um dos portos mais produtivos do Brasil. O porto conta com uma infraestrutura moderna e eficiente, que permite a integração com outros modais de transporte, como rodoviário e ferroviário. O porto também faz parte do Complexo do Pecém, que congrega 30 empresas de diversos setores, como siderurgia, energia, Hidrogênio Verde, petroquímica, entre outros.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
oddspedia Mapa do site