5Gbet

SEÇÕES

Nísia Trindade apela por vacinação e alerta: infecções por Covid continuam

Em nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a ministra agradeu o empenho dos profissionais de saúde no Brasil, que viabilizaram a preservação de muitas vidas na pandemia.

Nísia Trindade faz pronunciamento | Audiovisual/PR
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Empronunciamento feito na noite deste domingo, 07 de maio, a ministra da Saúde, Nísia Trindade, fez um apelo para que a vacinação contra a Covid-19 seja intensificada no Brasil. Apesar da Organização Mundial da Saúde (OMS) ter declarado o fim da emergência sanitária mundial em decorrência da doença, a líder da pasta reforçou que as hospitalizações e óbitos ocorrem principalmente em indivíduos que não tomaram as doses de vacina recomendadas. "Por esta razão, o Ministério da Saúde, ao lado de estados e municípios, realiza desde fevereiro um movimento nacional pela vacinação de reforço para Covid- 19", disse.  

Nísia Trindade pontuou que a pandemia não acabou, reiterando a missão do Governo brasileiro em elevar a ciência e o nosso sistema de saúde. Com isso, o trabalho versa para o combate à desinformação, especialmente as fake news que levaram muitos brasileiros a não se vacinar, e consequentemente a contrair a fase mais grave da doença. 

Leia Mais

“Devemos continuar a mobilização para ampliar a cobertura com a vacina bivalente e combater a desinformação, que questiona de forma improcedente a segurança e a eficácia dos imunizantes. Essa é a principal missão do Movimento Nacional pela Vacinação”, garantiu a ministra.

Em nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a ministra agradeu o empenho dos profissionais de saúde no Brasil, que viabilizaram a preservação de muitas vidas na pandemia. "Apesar do negacionismo, muitas vidas foram salvas devido ao SUS, e ao esforço dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde".

AOMS deu fim ao estado de emergência global na sexta-feira (5). Esse é o nível mais alto de alerta da agência em relação a uma doença. Segundo a organização, a decisão foi possível diante do avanço da vacinação, da consequente tendência decrescente nos óbitos e da queda nas hospitalizações e internações em unidades de terapia intensiva.

Infecções de Covid vão continuar, alerta Nísia Trindade.

Aministra da Saúde, Nísia Trindade, sinalizou que as infecções irão continuar, e o vírus sofre novas mutações constantemente, por isso, é essencial manter os cuidados.  “Infecções pelo vírus SARS-COV2 vão continuar e devemos manter cuidados. Portanto, sistemas de vigilância, diagnóstico, redes de assistência e vacinação precisam ser fortalecidos”, explicou Nísia Trindade.

Nísia Trindade relembrou o luto geral que abalou o Brasil durante a pandemia, com mais de 700 mil vidas perdidas. “Infelizmente, no Brasil, perdemos mais de 700 mil pessoas. Cerca de 2,7% da população mundial vivem em nosso país, mas tivemos 11% do total de mortes”. Nísia Trindade apontou a influência da posição equivocada adotada pela antiga gestão no agravamento da situação da pandemia no país. “Não podemos esquecer! Precisamos preservar essa memória do que aconteceu para poder construir um futuro digno”, disse a ministra.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
5Gbet Mapa do site