6666betg

SEÇÕES

Tragédia em Parnaíba: morte da esposa de empresário pode não ter sido acidental

Tragédia em Parnaíba: morte da esposa de empresário pode não ter sido acidental

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

Nesta terça-feira (25), uma testemunha ocular da história que deixou o Piauí inteiro de luto prestou depoimento à Policia Civil. O empresário Morais Brito acabou matando a tiros o seu concorrente Mateus Portela, e sua esposa, Socorro Brito e logo em seguida cometeu o suicídio.

Segundo essa testemunha, que é o gerente da empresa de Mateus, Clip Turismo, o empresário Morais Brito passava por dificuldades financeiras e estava em uma situação difícil de saúde da sua esposa, ele via a Clip Turismo comprando terrenos e mais terrenos e expandindo seus negócios.

Um outro empresário que tinha comércio de artesanato na mesma esquina, ajudava a empresa de Mateus a crescer vendendo passagens ao Delta para o estabelecimento. Por conta disso, Morais Brito marcou uma reunião com o pai do Mateus chamado Genílson, o Mateus, e o empresário que vendia passagens. Para essa reunião, o “Rei do Delta” se preparou com 22 munições, pelo que a polícia entende ele estava pronto para matar todos que contribuíram para sua falência.

O problema é que nem Genílson e nem o empresário do artesanato foram para a reunião marcada, então ela foi constituída por Morais Brito, Mateus e o gerente. De acordo com informações, não houve discussão alguma, e a morte de Mateus foi no momento em que ele entrou no estabelecimento, onde Morais Brito entrou atrás e efetuou os disparos pelas costas.

A esposa correu para tentar impedir a morte do gerente que ia ser o próximo e acabou sendo atingida. O gerente vendo toda a situação empreendeu fuga e o “Rei do Delta” ainda chegou a ir atrás mas vendo toda a situação a ficha caiu, e ele correu para o banheiro onde passou dez minutos e se matou.

Segundo o delegado geral da polícia civil, James Guerra, a reunião marcada foi uma espécie de emboscada. “O que narra o gerente da Clip Turismo é que sequer chegou a acontecer a reunião, logo após a entrada dos convidados para a reunião, o Morais Brito já teria desferido os disparos, ele tentou efetuar os disparos contra o gerente foi onde houve a intervenção da esposa dele que acabou recebendo os tiros. O gerente empreendeu fuga, ainda chegou a ser perseguido e posteriormente Morais Brito também vai a outra loja na busca do outro gerente que faltou a reunião. A reunião na verdade teria funcionado como uma espécie de emboscada onde estavam convidados o proprietário da Clip Turismo, o seu filho Mateus,  e o empresário de artesanato que estava em parceria com a Clip”, relatou ele.

De acordo com o delegado titular do 2° distrito policial, Arthur Barros Leal, a polícia irá investigar para saber se os tiros dados na esposa foi intencional ou não, já que Socorro Brito foi morta com dois tiros.

“Nesta terça-feira pela manhã nós ouvimos os policiais militares da Força Tática que foram as primeiras pessoas que chegaram no local encontrando Morais Brito dentro do banheiro. Agora a polícia vai investigar a morte da esposa dele. Ela recebeu um tiro no pescoço e outro no peito e isso gera uma dúvida muito grande porque se tivesse sido acidente um tiro seria suficiente, porque outro tiro?”, indagou.








Fotos: 6666betg Costa Norte e proparnaíba

Clique aqui e curta o 6666betg 6666betg no Facebook



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
6666betg Mapa do site

1234